No quarto vídeo, iremos falar sobre:
- CHEGANDO AO FUNDO DAS COISAS: A TÉCNICA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS
- CRENÇAS FUNDAMENTAIS COMUNS ligadas à auto-aversão e depressão
- Exercício para examinar CRENÇAS FUNDAMENTAIS IMPRODUTIVAS

CHEGANDO AO FUNDO DAS COISAS: A TÉCNICA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

Pegue um Pensamento Automático e pergunte as seguintes questões, repetindo o último até chegar à crença fundamental (a última questão geralmente irá revelar a crença fundamental):
- O que isso significa pra mim?
- Assumindo que seja verdade, por que é tão ruim?
- Por que isso seria tão ruim?
- O que isso diz sobre mim?

Por exemplo, em um registro de pensamento diário, Jane expressou um sentimento de desamparo e inutilidade porque sua filha se recusou a limpar o quarto. Jane decidiu aplicar a técnica de pergunta e resposta ao Pensamento Automático "O quarto está uma bagunça". O processo ocorreu como segue:
Pensamento Automático: O quarto está uma bagunça.
Pergunta: O que isso significa pra mim?
Resposta: Ela é uma preguiçosa!
Pergunta: Assumindo que seja verdade, por que é tão ruim?
Resposta: Meus amigos virão aqui e verão o quarto bagunçado dela.
Pergunta: Por que isso seria tão ruim?
Resposta: Eles irão pensar que sou uma mãe inadequada
Pergunta: O que isso diz sobre mim?
Resposta: Eu não tenho valor se meus amigos não me aprovam = crença fundamental!

Antes de chegar à crença fundamental, ela assumiu que cada resposta ao longo do caminho era verdade. Agora volte e procure por distorções entre suas respostas, respondendo racionalmente a cada passo. Abaixo mostramos como todo o processo se parece, usando 3 colunas do Registro diário de pensamento. O Q representa Questões, que precisa ser escrita.

 

CRENÇAS FUNDAMENTAIS COMUNS ligadas à auto-aversão e depressão

1. Crença fundamental: Todos que considero significativos devem me amar e me aprovar.
Resposta racional: Eu quero que a maioria das pessoas me amem e me aprovem, e tentarei agir de maneira respeitosa para que eles me amem/aprovem. Mas é inevitável que algumas pessoas, por suas próprias razões, não irão gostar de mim ou me aceitar. Isso não é catastrófico; minha autoestima não pode depender dos caprichos dos outros.

2. Crença fundamental: Eu devo ser completamente competente e adequado em tudo que fizer. Não devo ficar satisfeito comigo mesmo a menos que eu seja o melhor ou excelente.
Resposta racional: Eu vou me esforçar para fazer o MEU melhor ao invés de fazer O melhor. Eu posso gostar de fazer coisas mesmo que eu não seja particularmente bom naquilo. Não tenho medo de tentar coisas que eu possa fracassar. Eu sou falível, e falhar não quer dizer que eu sou uma péssima pessoa. Ao contrário, assumir riscos é corajoso e necessário se eu quiser crescer e experimentar as oportunidades da vida.

 

EXAMINANDO CRENÇAS FUNDAMENTAIS IMPRODUTIVAS

Circule aquelas que você possui. E então tente contestá-las. Você pode depois discutir sobre Respostas Racionais com um amigo que respeita ou profissional de saúde mental.

1. É mau pensar bem sobre mim mesmo
2. Não posso ser feliz a menos que uma determinada condição seja atendida (sucesso, dinheiro, amor, aprovação, ou realização perfeita)
3. Não posso sentir que tenho valor a não ser que certa condição seja atendida
4. Eu tenho direito à felicidade (ou sucesso, saúde, auto-respeito, prazer, amor) sem ter que trabalhar por isso
5. Um dia quando eu chegar lá, terei amigos e estarei apto a me divertir
6. Trabalho deve ser duro e de certa forma desprazeroso
7. Alegria só é alcançada a partir de trabalho duro
8. Eu sou inadequado
9. Me preocupar assegura que estarei preparado para enfrentar e solucionar problemas.Então quanto mais eu me preocupar melhor. Preocupações constantes ajuda a prevenir erros e problemas futuros e me dá um controle extra
10. A vida deveria ser fácil. Não consigo me divertir se existem problemas
11. O passado me deixa infeliz. Não há formas de contornar isso
12. Existe uma solução perfeita e eu devo achá-la
13. Se as pessoas me desaprovam (rejeitam, criticam, maltratam), significa que sou inferior, errado ou não sou boa
14. Eu sou tão bom quando o trabalho que faço. Se não sou produtivo, não sou bom
15. Se eu tentar o bastante, todas as pessoas irão gostar de mim
16. Se eu tentar bastante, meu futuro será feliz e sem problemas
17 A vida deve ser justa

Veja quantas dessas crenças fundamentais afetam diretamente a autoestima! Perceba quantas dessas crenças fundamentais fazem de uma condição externa um pré-requisito de valor próprio e felicidade. Por uma semana, use a Técnica de Pergunta e Resposta uma vez ao dia pra achar suas crenças fundamentais. Use os Pensamentos Automáticos Distorcidos que você descobriu previamente ou recentemente nos Registros de pensamentos diários.

 

Livros recomendados: 
Os Jogos Da Vida de Eric Berne
The Self-Esteem Workbook de Glenn R. Schiraldi

Termos relacionados: autoestima, auto-estima, auto estima, autoestima baixa, melhorar auto estima, amor próprio, autoconfiança, aumentar auto estima, baixa autoestima, levantar auto estima, elevar auto estima, como cultivar autoestima, autoestima elevada, autoestima alta, cultivar auto estima, adquirir auto estima