No sétimo vídeo, propomos 3 exercícios:
- RECONHECENDO E ACEITANDO QUALIDADES POSITIVAS
- GOSTANDO DA FACE NO ESPELHO
- VEJA A SI MESMO ATRAVÉS DE OLHOS AMOROSOS

RECONHECENDO E ACEITANDO QUALIDADES POSITIVAS

Ensaio Cognitivo - um exercício

  1. Faça uma lista com 10 afirmações positivas sobre si mesmo que sejam significativas, realistas e verdadeiras. Exemplos podem incluir "Sou um membro leal e responsável da minha família (time, clube, etc); "Sou limpo e organizado"; "Sou um ouvinte atento"
  2. Escreva as 10 afirmações positivas em um papel.
  3. Ache um lugar onde possa relaxar, sem ser incomodado, por 15 ou 20 minutos. Por 1 ou 2 minutos, medite sobre uma afirmação e na evidência que a confirma. Repita para todas as afirmações.
  4. Repita esse exercício todos os dias por 10 dias. A cada dia. adicione uma nova afirmação positiva sobre si mesmo.
  5. Várias vezes por dia, olhe para um ítem da lista e por 5 minutos, medite na evidência que a confirma.

 

GOSTANDO DA FACE NO ESPELHO

A forma como outras pessoas te veem podem estar distorcidas pela forma como elas se enxergam.

Um reflexo do Self: Um exercício

  1. Durante os próximos 4 dias, procure um espelho vezes durante o curso do dia.
  2. Olhe nos seus olhos com olhos de amor. Conforme olha, pode ser que você note que há stress dentro e em torno de seus olhos. Olhe com real entendimento e emoção. Tente entender o que há por trás do stress, e deixe para trás. Conforme olha profundamente com amor você irá notar uma mudança nos seus olhos e em todo seu semblante.
  3. Repita esse exercício com frequência. Você pode usar qualquer espelho, até um espelho de carro. 

 

VEJA A SI MESMO ATRAVÉS DE OLHOS AMOROSOS

A expressão artística pode nos afetar profundamente de maneiras que o pensamento não pode. Desenvolvido pelo terapeuta familiar John Childers, essa estratégia usa a arte para experimentar amor incondicional. O benefício da expressão artística reside no processo, e não na qualidade da arte.

  • Passo 1: Estabeleça a experiência de ser um artista
    Dentro de cada um de nós existe uma parte artística de nossa personalidade. Essa parte artística está apta a criar novos e maravilhosos desenhos do mundo que nos cerca. Esses desenhos não precisam parecer exatamente como uma árvore, uma casa, uma pessoa. Isso não é importante. O que é importante é a liberdade de expressar seu eu artístico no papel. Em alguns minutos, como um artista, você irá criar um desenho maravilhoso. Mas por hora, apenas imagine-se sendo um artista.

  • Passo 2: Identifique alguém que você sabe que te ama
    Como um artista, você estará desenhando uma figura de alguém em sua vida que você sabe que te ama (e que te trata respeitosamente). Selecione uma pessoa muito especial.

  • Passo 3: Descreva para si mesmo as características que fazem aquela pessoa especial.
    Em 1 minuto ou 2 você irá desenhar uma figura dessa pessoa especial, mas antes pense como desenhar essa pessoa. Por exemplo, como essa pessoa especial se parece? É alta, média ou baixa? Qual a cor do cabelo? Dos olhos? Os olhos brilham? Essa pessoa tem um rosto sorridente? Como sua voz se parece, baixa, alta, forte, gentil? Se o som da sua voz pudesse ser colorido, quais cores seriam? Como você descreveria os sentimentos dessa pessoa? Continue pensando sobre as qualidades que a tornam especial pra você. Conforme pensa sobre essa pessoa que te ama, fique atento aos seus próprios sentimentos. Como está se sentindo agora? Amoroso? Feliz?

  • Passo 4: Desenhe uma figura dessa pessoa que te ama
    Agora deixe o artista que existe em você desenhar uma imagem dessa pessoa especial - a pessoa que te ama. Você pode usar cores para descrever a voz e pensamentos dessa pessoa, ou escrever algumas palavras que a descrevem. Leve o tempo que precisar e aprecie o processo.

  • Passo 5: Imagine sendo essa pessoa especial e estando apto a te ver através dos olhos dela.
    Imagine que você é essa pessoa especial que desenhou. Saia de si mesmo e torne-se a pessoa que te ama. Agora, sendo essa pessoa, pense sobre como como você vê a si mesmo. Olhe atentamente.

  • Passo 6: Descreva e desenhe o que é amado e visto através de olhos amorosos.
    Ao ver a si mesmo através dos olhos de alguém que te ama, você vê a si mesmo como alguém para amar. Descreva a si mesmo o que você ama nessa pessoa que você vê.
    Agora desenhe a si mesmo como visto por esses olhos amorosos.

  • Passo 7: Retorne a consciência para seu próprio corpo, trazendo de volta sentimentos de amor.
    Agora, volte ao seu próprio ser lentamente. Olhando a figura de si mesmo, você se vê como alguém que é digno de amor. Diga a si mesmo "Sou digno de amor" e note o sentimento de amor crescendo dentro de você.  

 

Livros recomendados: 
Os Jogos Da Vida de Eric Berne
The Self-Esteem Workbook de Glenn R. Schiraldi

Termos relacionados: autoestima, auto-estima, auto estima, autoestima baixa, melhorar auto estima, amor próprio, autoconfiança, aumentar auto estima, baixa autoestima, levantar auto estima, elevar auto estima, como cultivar autoestima, autoestima elevada, autoestima alta, cultivar auto estima, adquirir auto estima