Nesse segundo vídeo, iremos falar sobre a CONSCIÊNCIA, que é 1 dos 3 pilares para melhorar auto estima.
Ferramentas para a tomada de consciência e autoconhecimento:
- PAC (Pai interno, Adulto interno, Criança interna)
- Papel da CULPA na autoestima baixa
- REPARENTALIZAÇÃO (Se tornar o pai/mãe que você gostaria de ter tido)
- CARÍCIAS(STROKES)

CONSCIÊNCIA E PAC

Para a pessoa que não se considera OK aumentar auto estima, o primeiro passo é tomar consciência dos pensamentos automáticos negativos (ou diálogos internos) que surgem em nossa mente a nosso próprio respeito.
Uma das principais ferramentas de autoconhecimento da Análise Transacional é o PAC (Pai, Adulto, Criança) Saiba mais
Quando uma pessoa com baixa autoestima se depara com uma situação difícil, ela pode "ouvir" uma voz dentro da cabeça dela fazendo uma crítica a si mesma. Por exemplo: "Você só faz besteira!". Essa crítica interna representa o nosso Pai Crítico interno.
Esses pensamentos surgem de forma muito rápida e automática. Estar atento para perceber quando esse Pai Crítico interno entra em ação é essencial, tanto para poder usar nosso Adulto Interno para questionar essa crença negativa que temos sobre nós mesmos quando para poder intervir com pensamentos positivos (Pai Nutritivo), e dar apoio a nossa Criança interna, que em momentos como esse está assustada e precisando de carinho e proteção.

CULPA

Pessoas com autoestima baixa podem ter tido pais extremamente críticos na infância. Esses pais podem ter colocado muita culpa na criança, que foi introjetada e se tornou inconsciente. Observar e questionar os sentimentos de culpa na idade adulta pode ser uma ferramenta poderosa para levantar auto estima. 

Por exemplo: Uma criança pode estar com vontade de brincar com os amiguinhos e se sentir culpada, pois foi ensinado pra ela que a mãe ou pai é muito solitária e que a criança precisa ficar com a mãe ou pai ao invés de brincar. Especialmente quando somos vulneráveis (dependemos de adultos para nos alimentar, trocar nossas fraldas, etc) somos mais suscetíveis a aceitar todas as culpas que nossos pais ou cuidadores colocarem em nossos ombros. Quando adultos, devemos questionar nossos sentimentos de culpa se queremos 
elevar auto estima. Se perguntar: essa culpa ainda cabe na minha vida?

“A culpa é uma reação ensinada aos seres humanos pelos seus pais a serviço da opressão. A culpa impede as crianças de lutar pelas coisas que desejam, mas que seus pais não querem que elas tenham.” Eric Berne

“Parece muito mais nobre se sentir culpado do que ressentido, e é preciso mais coragem para expressar ressentimento do que a culpa. Ao expressar sua culpa você espera pacificar seu adversário; ao expressar ressentimento você pode instigar sua hostilidade.” Fritz Perls

REPARENTALIZAÇÃO

Se quando criança, você não recebeu estima dos seus pais, você também não vai se estimar. Pais negligentes, críticos, abusivos fazem com que a criança se sinta NÃO OK (baixa autoestima). 

Se você não teve pais bacanas na infância, se quando você tem um dilema os conselhos que você escuta na sua mente (que se parecem muito com o tipo de coisa que seu pai ou mãe diria) são péssimos, se esse Pai interno te coloca pra baixo, te desvaloriza... o jeito é substituir esse Pai interno.

A reparentalização é se tornar, para si mesmo, os pais que você gostaria de ter tido na infância. É se dar amor, ter palavras de incentivo, apoio, compreensão consigo mesmo.

A única pessoa que pode dar o amor e atenção que nossa Criança interna precisa, e que nunca vai nos abandonar é a gente mesmo!

CARÍCIAS

A pessoa com auto-estima baixa provavelmente não recebeu Carícias positivas (afeto ou reconhecimento positivo como elogio, abraço, etc) de um de seus pais ou ambos. 

Geralmente pais de crianças com baixa autoestima dão apenas Carícias negativas (crítica, tapa, etc). Saiba mais sobre Carícias e a importância do reconhecimento

A pessoa que não recebeu Carícias positivas na infância pode ter dificuldade, já na idade adulta, em aceitar Carícias positivas de outras pessoas, e também de se dar essas Carícias positivas.

 

Livros recomendados: 
Os Jogos Da Vida de Eric Berne
The Self-Esteem Workbook de Glenn R. Schiraldi

Termos relacionados: 
autoestima, auto-estima, auto estima, autoestima baixa, melhorar auto estima, amor próprio, autoconfiança, aumentar auto estima, baixa autoestima, levantar auto estima, elevar auto estima, como cultivar autoestima, autoestima elevada, autoestima alta, cultivar auto estima, adquirir auto estima